Saúde

3 super alimentos para as suas defesas no Inverno!

Chega o frio, a chuva e, claro, as gripes e constipações batem-nos à porta. A prevenção é sempre o melhor remédio e por isso indicamos-lhe estes três super alimentos que tornarão o seu sistema imunitário à “prova de bala”! Sabemos que a tendência na questão dos super-alimentos é alargar o espectro e incluir muitos alimentos saudáveis. No entanto, nem todos obedecem aos critérios de riqueza nutricional e com efeitos comprovados na saúde. Assim, apresentamos estes três (a lista não se fica por aqui, obviamente), e explicamos por que razão deveriam constar na nossa lista de compras.

Miso

A sopa é uma das formas tradicionais japonesas de consumir miso

Este alimento único, muito tradicional na cozinha japonesa, é uma pasta obtida a partir da fermentação dos feijões de soja cozinhados, junto com outros cereais e sal. Por ser fermentado, o miso é considerado um alimento vivo e na sua composição encontramos leveduras e bactérias láticas, altamente benéficas para a nossa flora intestinal.

É sabido que grande parte da nossa “central de defesas” se concentra no intestino, nesta flora. No entanto, esta facilmente se desequilibra: uma simples toma de antibiótico, má alimentação ou stress pode desregular o ecossistema da flora intestinal e ficamos mais debilitados e mais suscetíveis a doenças. O miso é um super-alimento que pode ajudar bastante a repor a saúde da flora intestinal e aumentar as defesas do sistema imunitário.

Para além de contribuírem no combate dos processos inflamatórios, os curcuminóides levam à ativação de células do nosso sistema de defesa

A forma mais tradicional de usar a o miso é na famosa “sopa de miso”, muito fácil de fazer mas com um segredo: o miso deve ser dissolvido num pouco de água quente e ser adicionado mesmo no final da cozedura. Por ser um alimento vivo, a fervura destrói as bactérias e leveduras naturalmente presentes.

Açai

O açai contribui de forma eficaz no combate a agentes patogénicos

Outro dos alimentos que podemos colocar no campo dos super-alimentos dada a sua riqueza nutricional é o açai. Na  composição do açai destacamos a vitamina C, fundamental para a boa performance imunitária e por conter um polissacárido exclusivo: o arabinogalactanos do tipo II. Os estudos demonstraram que este componente tem uma forte capacidade para induzir a atividade das células T e outros componentes do sistema imunitário, fundamentais para o combate contra agentes patogénicos.

O miso é um super-alimento que pode ajudar bastante a repor a saúde da flora intestinal e aumentar as defesas do sistema imunitário

Além disso, este fruto tão especial é um grande protetor celular pois tem um elevado poder antioxidante, apresentando dos mais elevados índices na escala ORAC (Oxigen radical absorvence capacity). Em Portugal não encontramos facilmente o açai fresco mas o formato em pó, de origem biológica, é uma excelente opção,
numa quantidade diária de 2g/dia.

Curcuma

Os curcuminóides fazem da curcuma um verdadeiro super-alimento

A curcuma, especiaria também conhecida como açafrão das Índias, apresenta uma composição com um princípio ativo único – os curcuminoides. Graças a eles, a curcuma é um grande auxiliar no nosso sistema imunitário. Para além de contribuírem no combate dos processos inflamatórios, os curcuminóides levam à ativação de células do nosso sistema de defesa.

Esta especiaria é de muito fácil utilização: uma colher de chá por dia, que pode misturar em chá ou condimentar o seu prato preferido. Se quiser intensificar a ação da curcuma, o “truque” é combinar com pimenta preta.

Deixe uma resposta